Hoje não vou falar disso…e nem daquilo

Padrão
Hoje não vou falar disso…e nem daquilo

Hoje eu não vou falar disso … e nem daquilo…

Parece que estamos sempre ansiando pelo que ainda não temos, por coisas e vidas que não são nossas, numa constante necessidade de alcançarmos mais e mais. Sim o que nos move eh a falta, buscamos no outro o que não esta em nos. Mas isso eh outro nível, outra completude, falo aqui de algo mais evidente, atuante e sinalizador. Não nos satisfazemos com o que já temos. Nessa toada, deixamos de prestar atenção ao que está ao nosso lado e assim não conseguimos direcionar nossas ações ao que realmente importa.

Em tempos líquidos como os que vivemos, perdemos o interesse rapidamente por aquilo que conquistamos, uma vez que os apelos midiáticos nos incitam ao consumo desenfreado de bens que carregam a ilusão de conter a felicidade dentro de si. Nada mais parece suprir o que nos falta; aliás, mal sabemos com clareza do que precisamos. Sequer falamos o que pensamos ou sentimos com a verdade que explode, penso que de certa forma vamos pensando… e sentindo menos… não querem relacionamentos para dividir as falas e feitos do dia….nao há troca, não há escuta, so há o fato.

 

30

Nesse contexto, vamos aos poucos perdendo a capacidade de reter em nós aquilo que nos traz prazer e satisfação, esquecendo-nos de que momentos felizes necessitam se aninhar aqui dentro, para que enxerguemos com lucidez momentos e pessoas que fazem toda a diferença em nossas vidas. Tudo, pois, torna-se descartável e fugaz, ou seja, deixamos vazio o espaço íntimo de nossa essência humana, a ponto de esse espaço em branco endurecer nossos corações. Magoamos, ofendemos (sem querer) e dizemos claramente se o dinheiro me pertence farei dele o que quiser. Sem sequer supor que não se trata do dinheiro, mas de sua relação com ele e com o outro.

Deixamos de valorizar as pessoas que caminham conosco e as conquistas que já são nossas, olhando somente além do que é real, para nos perdermos nas idealizações fantasiosas de uma vida supostamente mais feliz e que não é nossa, e sim, do que vc compra. Acho mesmo que nessa onda vc nem sabe o quer… paradoxo entre querer e nem querer.Relegamos ao segundo plano quem nos ama verdadeiramente, quem carregou nossas bagagens, quem nos deu as mãos nas horas de desespero, quem procura pelo nosso olhar diariamente, porque apenas nos concentramos naquilo que está longe, distante.

A ambição é necessária, para que alcancemos aquilo que temos a capacidade de obter, para que não paralisemos. No entanto, É preciso que direcionemos nossos tolos olhares ao que de fato nos faz gargalhar, ao sabor de superar uma luta interna, e porque não ceder ao carinho que volta e meia no meio do dia da vontade de fazer em alguém… Sempre eh dia de arriscar algo novo que achamos que nem existe mais dentro de nos, pois a cada dia a porra do cotidiano nos afasta de qualquer continuidade, como um capitulo da serie que já passou. Vai la cara … tente o primeiro passo… ou ao nos rendermos desejaremos tão somente o preenchimento material e frio de uma existência vazia e solitária.
Se tudo o que vc deixa ao virar as costas eh o vazio diário e intermitente, tampouco existirá amor que sobreviva à negligência e ao desprezo afetivo por muito tempo. E, quando finalmente nos dermos conta do quão felizes nós já somos, poderá então ser tarde demais… sei la…
(Perdoem as falhas dos acentos, pois o teclado resolveu desconfigurar, sinto que sou a próxima) …

Anúncios

»

  1. Uau, que texto!!
    Emocionada aqui ❤
    Acho que essa busca desenfreada pelo "algo a mais" que nos tornará mais felizes, mais completos, mais satisfeitos, é que nos deixa mais infelizes, mais incompletos e mais insatisfeitos. O produto de maior sucesso na sociedade contemporânea é o desejo, é a possibilidade de satisfazer uma necessidade que até o momento a gente nem sabia que existia. Então, acho que criam-se os vazios para vender seu conteúdo. Mas como a indústria precisa produzir e vender mais, criam-se mais vazios a preencher. E as pessoas vão ficando cheias de coisas mas vazias de si.

    p.s.: se for pra desconfigurar que se reconfigure com uma versão ainda mais bonita de você ❤ ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigada pelo comment … mas não falando disso e nem daquilo é que posso contemplar o vazio que a liquidez da atualidade tem criado….. se me calasse seria mais uma na multidão a não dividir o que grita em mim, e por vezes salta em palavras. Nenhum afeto sobrevive a negligência…

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s