Nem escritas …. nem enviadas …

Padrão
Nem escritas  …. nem enviadas …

Por todas as cartas que foram escritas mas nunca enviadas, por todos os sentimentos guardados que nunca foram revelados e por todo amor que nunca foi corajoso o bastante para seguir :

Tenho que lhe contar que me apaixonei de novo. Mas por favor não interprete essa frase como se eu tivesse deixado de pensar em você. Apenas saiba que optei por tentar acreditar em meus sonhos outra vez.

Sei bem que você irá olhar meu próximo amor e sentir ciúmes, não por eu ser perfeita, justamente pelo contrário, sabe bem dos meus erros, defeitos e imperfeições, mas sei que você olhará para ele e saberá que é o novo dono do meu coração, que terá sorte porque é meu o bom dia que ele recebe todas as manhãs, será das minhas brincadeiras que o sorriso dele virá fácil e rápido em uma tarde qualquer, você saberá muito bem que quando começar a chover forte, é para ele que ligarei por medo que a luz acabe. Você lembra como eu tenho medo do escuro. Mas deixou de importar …
Eu te peço, não me incrimine, me julgue ou tão pouco me crucifique por começar a gostar de alguém. Ao contrário do que muitos imaginam, eu sempre faço a opção de viver o presente, e nesse presente foi você quem optou por não ficar. Me cansei.

Gosto de pensar que ninguém entra em nossa vida por acaso, a verdade é que penso que os acasos são quem nos escolhe. O acaso sabe bem como cuidar da gente, mandou me você quando precisei de um abraço, mandou me outros quando precisei de atenção, quando foi necessário crescer em meio a escuridão. Talvez você não saiba, e eu nunca tenha te contado, mas o amor, querido, é um dom. Amar é para os fortes, para os corajosos.
Lembro me com clareza de cada pessoa que passou pela minha vida. E sabe de uma coisa? Ninguém se foi sem ao menos deixar um sorriso guardado aqui comigo. Por isso eu te digo meu bem, sou a junção da alegria com o amor e a esperança, pois cada um desses itens define a vida de quem acreditou em cada momento na sua devida singularidade, que deu as mãos sem medo do amanhã ou receio do ontem. E ainda assim você foi dono do meu amor … e como esperei que ficasse … que me abrisse a porta a cada volta exausta….

Por isso querido amor, eu te peço novamente, por favor, não me julgue quando eu começar a andar de mãos dados com um estranho na rua, eu apenas me dou a chance não de te esquecer, mas de reviver todos os sorrisos que foram perdidos ou esquecidos em uma esquina qualquer.

Querido, foi por um sopro da vida que o coração do meu pai deixou de bater, mas não será nem por uma ventania toda que o meu deixará de amar e acreditar em verdades utópicas.
Lembra daquela canção que tocou no rádio do seu carro? Pois é, ela é a definição do eco que existe agora no meu coração. E uau, como te amei… você foi e será o único que me teve inteira… porém por uma “desculpa” alimentada em ti mesmo…. decidiu não ficar …..
“ …Eu quero a sorte de um amor tranquilo… com sabor de fruta mordida …”

Essa carta não significa que deixei de te amar, significa que resolvi aproveitar todas as nossas lembranças e me cuidar. Me despeço de você, mas saiba que nunca te troquei, apenas fiz o que era do meu direito: Amei outra vez.

PS. Esse é um texto de absoluta ficção.

das cartas

Anúncios

»

  1. Quando o amor chega ao fim, o ponto final pode ser dado hoje em dia por e-mail, whatsApp, pelo FaceBook ou até mesmo por um blog, no fundo todas serão cartas de despedida. É hora de virar a pagina, deixar para trás aquilo que faz sofrer e que machuca, então, diga-se adeus ao sofrimento. Não deixa de ser clichê, mas também diferente e eficiente, nem deixa subentendido, é direta e objetiva. Ótimo texto, Parabéns.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s